Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

DEUS TEM UM PLANO. POR: CARLINHOS FELIX

Deus Tem um Plano Composição: Vitorino Silva Interpretação: Carlinhos Félix

Deus tem um plano, pra cada criatura Aos astros Ele da um céu A cada rio Ele da um leito E um caminho para mim traçou.
A minha vida eu entrego a Deus Pois o Seu Filho o entregou por mim Não importa onde for Seguirei meu Senhor Sobre terra ou mar Onde Deus mandar, irei.
Deus enumera cada grão de areia As ondas ouvem Seu mandar As aves em seus rumos lhe Obedecem Seu carinho faz abrir a flor.
A minha vida ...
Em Seu querer Encontro paz na vida E bençãos que já mais gozei Embora venham lutas e tristezas Tenho fé que Deus me guiará A minha vida ...

DESCOBRINDO UMA NOVA EVANGELIZAÇÃO DO BRASIL - I

A evangelização no Brasil sempre esteve vinculada à educação religiosa e à expansão institucional cristã bem como do poder político, primeiro com os católicos, depois com os protestantes.  Enquanto que para Jesus salvação significava entrar no Reino de Deus pela porta do arrependimento e da fé, no cristianismo católico ou protestante, evangelizar significou e significa, predominantemente, mais uma adesão a dogmas ou confissões de fé. E expandir o Reino confunde-se com aumentar o número de fiéis, perpetuar o poder hierárquico e centralizador das estruturas, manter um patrimônio e multiplicar os resultados financeiros.  Aproveito a proximidade com o dia 22 de abril, data em que se comemora (ou protesta) o “descobrimento do Brasil”, para refletir sobre evangelização. Encontro-me pessoalmente envolvido numa grande mobilização dos batistas em torno do desafio de “Conquistar a Pátria para Cristo” e sinto-me no dever de refletir sobre nossa história e posicionar-me criticamente.  Embora pretend…

NOSSA RESSURREIÇÃO COM CRISTO

A celebração da Páscoa deve ser vivida com a consciência das implicações da ressurreição de Cristo e a esperança dela advinda para a vida e o labor cristãos. Em I Coríntios 15, 1-26, 54-58, o apóstolo Paulo apresenta algumas consequências. 
O Evangelho recebido e pregado por ele anunciava a salvação fundamentada na realidade da Nova Criação. Ele mesmo teve um encontro pessoal com o Cristo Ressurreto (Atos 9). Diante da incredulidade dos líderes religiosos locais a cerca da ressurreição dos mortos, ele a defendia como garantia da utilidade da pregação, da própria fé e da esperança da vitória completa sobre a morte. 
A nossa ressurreição com Cristo é a possibilidade de vivermos um evangelho fundamentado no poder de Deus (1-7, 14). O Evangelho recebido e pregado pelo Apóstolo anunciava a salvação como fundamento e conteúdo na Ressurreição de Cristo. A sua fé era firma em evidências (vv. 3-4). Sua pregação transmitia esta experiência (v.14). Não se tratava de comunicação com mortos, mas com…

A PÁSCOA COMO FESTA CRISTÃ

Coelho, ovos de chocolate, pão, vinho, peixe, caruru e vatapá, abstinência de carne, autoflagelação, jejuns, queima do Judas... Estamos na Semana da Páscoa, festa que ocupa lugar especial na tradição cristã. Mas, qual é o seu verdadeiro sentido? Como entender os muitos símbolos e rituais? 
Precisamos, antes de qualquer coisa, conhecer o ensino bíblico. Para os cristãos, a páscoa celebra a morte e a ressurreição de Cristo, a nossa vida e liberdade diante da morte e do pecado. 
Mas a festa nasceu judaica. Para celebrar a libertação do cativeiro egípcio, os judeus imolavam um cordeiro