Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2015

PROGRAMA PERMANECER EM CRISTO - PROG 09 - 30.12.15

Programa "Permanecer em Cristo",
da Primeira Igreja Batista em Catu-Ba (Prog 09 - 30.12.15)

Apresentação: Pr. Petronio Borges Jr.
Quarta-feira, 16:00
Rádio Ouro Negro FM 89,5
www.radioouronegro.com.br

Prog 08 - 23.12.15

Reflexão bíblica:
Prioridades - Vocação profissional
1 Pedro 4:10

Músicas:
1. Credo Apostólico - João Alexandre
2. Todas as coisas - Fernandinho
3. Quão grande és Tu - Feliciano Amaral
4. Mesa farta - Ivan Melo
5. Comunhão - Kleber Lucas
6. Mestre - Cristina Mel
7. Qual adorno desta vida - Julio Storck e Warley Kaizer
8. Coração igual ao teu - Diante do Trono
9. Primeiro Amor - Paulo César Baruk

PROGRAMA PERMANECER EM CRISTO - PROG-08 - 23.12.15

Programa "Permanecer em Cristo",
da Primeira Igreja Batista em Catu-Ba (Prog 08 - 23.12.15)

Apresentação: Pr. Petronio Borges Jr.
Quarta-feira, 16:00
Rádio Ouro Negro FM 89,5
www.radioouronegro.com.br
Prog 08 - 23.12.15

Reflexão bíblica:

Prioridades - Cuidado com a família
Gênesis 1:26-28

Músicas:

1. O Verbo virou gente - Igreja Batista do Morumbi
2. Noite Feliz - André Valadão
3. O primeiro natal - Flávio Regis e Jader Gudin
4. Os Magos, a Estrela e o Menino - Stenio Marcius
5. Glórias a Jesus - Diego Venâncio
6. É Natal - Israel Salazar
7. Grande é o Senhor - Nívea Soares e Ademar de Campos
8. Príncipe da Paz - Glauber Plaça

GOLPE DEMOCRÁTICO

Com o posicionamento do STF, foi anulada a tese do impeachment de Dilma Rousseff ser golpe. O Guardião da Constituição garantiu a segurança institucional do processo. O uso da retórica do golpe, que cria teorias conspiratórias vinculando o momento atual com período da Ditadura, perde sentido. O que se vive hoje é uma consequência nefasta desse presidencialismo de coalizão. Abusa-se da promiscuidade partidária em nome da governabilidade. Isso não seria antidemocrático? Quando a popularidade cai e a base aliada se torna movediça, recupera-se logo o discurso de guerrilha. Se o passado é contrário, nega-se; mas se pode justificar erros presentes, evoca-se? É preciso reconhecer que a motivação para a admissão do processo de impeachment em curso não foi ética, nem mesmo sua condução por Eduardo Cunha, legítima. Um possível cassado apoiado por dezenas de investigados não tem autoridade moral para impedir uma presidente Dilma Rousseff da qual não se revelou provas de envolvimento pessoal em p…

ATÉ QUANDO? ATÉ ONDE?

Delegados, procuradores e magistrados comandam o Brasil hoje. Eles estão perguntando: “até quando? ” E também afirmando: “vamos até o fim!” A diligência seguirá nesse rumo. Vive-se um momento em que cabe ao Judiciário interferir nos demais poderes para restabelecer o equilíbrio. O jogo político entre Executivo e Legislativo tem levado o povo a perder dramaticamente a confiança. Na democracia a mutabilidade e o ‘jogo’ político são a matéria prima para construção de uma Nação. Lamentavelmente o que se assiste é a degeneração desse processo, o ‘poder pelo poder’, conspirações para manutenção de cargos, tentativas de barrar investigações. Raramente se encontra quem pensa em soluções para a crise nacional. O Brasil encerra o ano sem encontrar alternativas para os problemas da economia. O círculo vicioso entre a necessidade de um pacto político e a urgência de medidas de austeridade prolonga a recessão. Contudo, a verdadeira crise tem um fundo psicológico. A população busca na Polícia Feder…

PROGRAMA PERMANECER EM CRISTO - PROG-07 - 16.12.15

Programa "Permanecer em Cristo",
da Primeira Igreja Batista em Catu-Ba

Apresentação: 

Pr. Petronio Borges Jr.

Quarta-feira, 16:00
Rádio Ouro Negro FM 89,5
www.radioouronegro.com.br

Prog 07 - 16.12.15

Reflexão bíblica:

Prioridades - Cuidado com a saúde
1 Coríntios 6:19-20

Músicas:

1. Cegueira e Vista - João Alexandre
2. Não a minha vontade - IB Borda do Campo
3. Coroai e Ao Deus de amor - Julio Storck e Warley Kaizer
4. Caminho da Estrela - Mig Meg Celebrando Jesus
5. Aquele que te guarda - Roberto Diamanso
6. A Tua Palavra - Alann Marino

DESARMEM O PICADEIRO!

A política partidária brasileira parece ter incorporado de vez a dimensão circense. A Câmara dos Deputados, casa política mais importante da República, transformou-se em sucursal do Programa do Ratinho. Deputados se estapeando em pleno Conselho de Ética encenaram um dos piores capítulos da nossa débil democracia. Mas, a causa está no maniqueísmo político que vem sendo acirrado desde as últimas eleições presidenciais. Enquanto assistimos ao jogo de sobrevivência política das figuras mais importantes do Planalto, o país continua estagnado. Manobras regimentais e artimanhas jurídicas potencializam a força da inércia política que penaliza economicamente, em última instancia, o contribuinte que sustenta um Estado burocrático e corrupto. Enquanto damas e cavalheiros desse circo mambembe trocam cartas e prometem “relações férteis”, o povo teme a reprodução dessa geração de vampiros. Precisamos de novos atores políticos comprometidos a ética para que o protagonismo político não seja transferi…

IMPEACHMENT

O impedimento de um presidente da república é democraticamente legítimo. No caso de Dilma Rousseff, esse processo revelou-se tecnicamente admissível e politicamente inevitável. O julgamento de eventual crime de responsabilidade pelas famigeradas “pedaladas fiscais” seguirá a normatização constitucional. Pensar em golpe é delírio. Ignorar o jogo político é má-fé. Independentemente do resultado, mesmo que incompetência não seja necessariamente um delito, a democracia sempre estará limitada a um único recurso para julgá-la, qual seja: o voto. Em seu desgoverno do segundo mandato, a presidente agravou a crise econômica, isolou-se politicamente e mostra-se cada vez menos capaz de liderar a construção da “pátria educadora”. Mas, o pior dos horrores é o cenário de sucessão que enreda investigados e possíveis cassados. A corrupção avança sem impedimento. A crise ética é a causa da degeneração política. Resta como opção mais digna, a renúncia coletiva da presidente e seu vice, e dos presidente…

IGREJA E DIVERSIDADE NO DEBATE POLÍTICO

O exemplo da Igreja Católica, sua aparente unidade na esfera política e diante de temas polêmicos tem sido usado para reforçar a crítica aos protestantes por sua suposta omissão ou contradição em posicionamentos políticos. A dificuldade de diálogo entre os evangélicos é apontada como barreira para uma almejada representatividade. A autonomia das igrejas locais e denominações impediria essa unidade de representação. Mas essa diversidade não enfraquece a voz e a postura evangélica. Quando a sociedade pergunta sobre o pensamento protestante diante dos temas emergentes, deve esperar como resposta uma posição complexa e até mesmo contraditória. Se não souber analisar essa complexidade, incorrerá em generalizações de alguma posição mais evidenciada pela mídia. Desde a Reforma tem sido assim. Aliás, o Cristianismo é assim. Nunca houve uniformidade naquilo que não é essencial. Por isso mesmo, em vez impor uma postura única, mantendo todos em um mesmo curral, ou ainda artificializar a unidade …

MINISTÉRIO PASTORAL COLEGIADO

Exercer o ministério pastoral de forma colegiada ou associada é mais saudável tanto para os próprios pastores quanto para a igreja local e a comunidade. Esse modelo de atuação oportuniza o exercício do dom e da liderança no ambiente da amizade, enriquece o púlpito e o ensino, potencializa a abrangência e o impacto. Apascentar, aconselhar e supervisionar são funções bíblicas que devem ser exercidas através de uma equipe pastoral. Um único obreiro, mesmo que seja eventualmente o presidente, não será capaz de responder pelo pastoreio, ensino e direção do rebanho confiado por Deus de forma plena. Por uma questão de funcionalidade será necessário que um dos membros assuma a presidência da igreja. Mas isso não extingue ou impede a associação de competências e habilidades para um aperfeiçoamento contínuo do serviço. A metodologia da igreja deverá ser definida pelo colegiado. Muito embora cada pastor associado possua o seu perfil, com limitações e potencialidades, cada um contribuirá para def…

CONTAS NO TRIBUNAL

O debate em torno das famigeradas “pedaladas fiscais” tem servido para esclarecer sobre a responsabilidade fiscal dos administradores públicos. A recente decisão do TCU – Tribunal de Contas da União, que pela primeira vez na história da República, rejeitou as contas da presidente pode levar a um processo de impeachment. Elementos técnicos e políticos estão emaranhados. Por um lado, fica a impressão de uma tentativa de prolongamento do pleito eleitoral. De outro, o alarme diante da afronta à independência das instituições quando o governo levanta suspeição do processo de fiscalização e insiste na anulação sem admitir os fatos que o geraram, desconsiderando o trabalho da base técnica produzido por auditores concursados e com critérios fundamentados na legislação fiscal e no direito financeiro. O governo petista agora terá de defender-se no Congresso Nacional da acusação de “desgovernança fiscal”. Independente dos desdobramentos políticos da decisão histórica do TCU, o que não se pode ma…

ENSINO RELIGIOSO NO ESTADO LAICO

A formação básica do cidadão deve incluir o conhecimento religioso. A religião é um patrimônio cultural. A maioria da humanidade é religiosa. Entender o sentimento e as práticas religiosas é uma condição para se compreender como o ser humano se tornou o que é em suas dimensões pessoal, social e espiritual. O Brasil, a despeito de ser um Estado laico, não é ateu. A maioria da população é cristã, dentro diversas outras religiões. A relação entre ensino religioso e escola pública é mesmo delicada, mas é possível cumprir o que obriga a LDB: matrícula facultativa, respeito à diversidade e proibição do proselitismo, ensinar com o objetivo de catequizar ou converter. Já nas escolas confessionais deve ser garantida a liberdade tanto da instituição de escolher a religião a ser ensinada quanto das famílias de matricular ou não os filhos. Contudo, ainda persiste um dilema: discutir respeito à diversidade religiosa em um contexto de preconceito à religião e às religiões. Por isso cabe perguntar: …

O TRILHO DO PASTOR

O ministério pastoral corre sobre um trilho composto de ser e fazer: ser o tipo de discípulo que espera ter na igreja e fazer o trabalho com humildade. Ninguém pode ir além do seu conhecimento de Deus. Ninguém pode fazer a obra de Deus sem andar com Deus. Ninguém pode guiar o povo de Deus sem conhecer o Deus do povo. A partir do seu relacionamento com Deus o pastor deve desenvolver e liderar um sistema de serviço que envolva a maior participação possível da comunidade e seja periodicamente avaliado por todos. A comunhão com Deus gera entrega total da vida. A humildade é o primeiro sinal.

CONTRA A CORRUPÇÃO

A corrupção é podridão que se alastra desde as relações interpessoais até os acordos internacionais. Está no futebol, em processos que envolvem tanto o presidente da FIFA, Joseph Blatter, quanto Neymar Jr. do Barcelona e da Seleção Brasileira. Está no mundo empresarial, nas investigações de empreiteiras na Lava Jato ou no escândalo das emissões da Volkswagem. Está na nomeação legal, conduto indecente, de Ideli Salvatti como assessora na OEA em Washington levando o marido para cargo de ajudante em entidade interamericana de defesa para ganhar US$ 7,4 mil. Por que a corrupção está aí, em todas as relações de poder, do micro ao macro, preocupa a decisão do STF de fatiamento de investigações da Lava Jato. Decisão anunciada no momento em que a Força-tarefa do MPF ganha um prêmio internacional por eficiência e cresce o apoio às 10 MEDIDAS (www.combateacorrupcao.mpf.mp.br/10-medidas). A sociedade brasileira deposita fortes expectativas no Ministério Público e na Polícia Federal para a conduç…