terça-feira, 17 de maio de 2016

INTERAÇÃO HOMEM-MULHER

“Então o Senhor Deus declarou: "Não é bom que o homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda” (Gênesis 2:18)

A existência humana não seria completa e agradável se a pessoa humana fosse composta apenas do "masculino". Por isso, foi criada uma “ajudadora” (Salmo 20:2), ajuda misericordiosa de Deus para a humanidade. Esta ajuda deveria estar à altura, “como que diante”, como sua imagem no espelho, “idônea”. A ajuda seria “carne da minha carne e osso dos meus ossos” retirada do “lado”, o elemento físico seria idêntico e o psicológico equivalente. O homem vê sua imagem na mulher. Deus vê sua imagem na interação entre homem e mulher. Deus superior ao homem; o homem igual à mulher. Com a criação de ambos em equivalência física, intelectual e social estavam lançadas as bases da instituição do casamento heterossexual, monogâmico e indissolúvel. A interação homem-mulher expressa adequadamente a glória de Deus. Homem e mulher juntos em uma relação de complementariedade formam a base da família. Em Cristo a discriminação e toda forma de violência física ou simbólica entre homem e mulher é destruída e a vida na graça se torna possível. Na criação foi superada a ameaça da solidão. Na redenção foi superada a tragédia da separação. A diferença é boa e rica. A partir dela é possível construir um relacionamento conjugal baseado em humildade e criatividade. Viva a diferença!