segunda-feira, 23 de maio de 2016

A CERTEZA DA VITÓRIA

"Porei inimizade entre você e a mulher, entre a sua descendência e o descendente dela; este lhe ferirá a cabeça, e você lhe ferirá o calcanhar" (Gênesis 3:15)

Essas palavras, dirigidas a Satanás, chamadas de Proto-Evangelho, declaram que a vitória da humanidade sobre o Diabo seria realizada na cruz, quando Cristo, a semente da mulher, esmagaria a cabeça da Serpente. A esperança da redenção acompanha o gênero humano desde a criação e perpassa pela luta prolongada contra o mal, em todas as suas manifestações, ao longo da história. Mas, a ferida no calcanhar fez com que os servos de Deus tropeçassem. A inimizade do Diabo trouxe aflição aos peregrinos da fé. Com isso Satanás quis desviar o povo de Deus do caminho de vitória sobre a maldade e a morte. A certeza da vitória final alimentou cada crente ao longo dos séculos. Quando Jesus declarou: "Está consumado!", esta certeza abriu a possibilidade para um estilo de vida marcado pela liberdade diante do poder do maligno. A igreja pode desfrutar de uma vida vitoriosa sobre o pecado e toda forma de maldade. Ela pode prosseguir em sua marcha para a eternidade convicta de que as aflições e tentações às quais está exposta não serão capazes de desviá-la da rota. Cristo venceu. Sua vitória é nossa. Venceremos.