domingo, 6 de dezembro de 2015

PRIORIDADES - RELACIONAMENTO COM DEUS

Definir prioridades é indispensável para o bom aproveitamento de energia e tempo. Saber o que tem primazia e ser capaz de se organizar em função disso permite que as oportunidades sejam bem aproveitadas. Há sempre mais por desfrutar da vida e com as pessoas. O nosso desenvolvimento pessoal e profissional pode ser potencializado. Tudo dependerá da maneira como organizamos nossa escala de prioridades. Saúde, família, profissão, lazer, dinheiro e tantas outras demandas parecem digladiar entre si disputando cada segundo do nosso dia. O ano letivo, o orçamento, ou o ministério, em todos os empreendimentos devemos começar definindo prioridades. Caso contrário sofreremos frustração. Diante de tantas possibilidades decidir gera angústia. E a ansiedade segue corroendo a paz interior. A visão de mundo passa a distorcer valores. Perde-se o sentido.
Como estruturar a vida de tal forma que todas as necessidades sejam contempladas? Como decidir direcionado por um foco? O que deve ocupar o primeiro lugar na agenda? A resposta de Jesus está em Mateus 6:33 – “Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas”.
O Reino de Deus, Sua Presença e Vontade, deve ser buscado continua e diligentemente. Recebemos uma ordem: “busquem”. Temos um objetivo: “o Reino de Deus e sua justiça”. Esperamos uma recompensa: “todas essas coisas lhes serão acrescentadas”. Quando Deus se converte no poder dominante de nossas vidas desaparece toda ansiedade. Como afirma Warren Wiersbe: “Quando colocamos a vontade e a justiça de Deus em primeiro plano em nossa vida, ele cuida de todo o resto”.
Portanto, faça da oração a primeira ação do dia. Separe um tempo devocional para estudar a Bíblia. Envolva-se no ministério da igreja local. Peça sabedoria a Deus. Avalie-se. Busque ajuda. A partir dessa atitude, identifique, por escrito, quais são as prioridades da sua vida.