domingo, 9 de fevereiro de 2014

A VIDA CRISTÃ É CRISTO

Colossenses integra o grupo de Epístolas do Cativeiro juntamente com Filipenses, Filemom e Efésios. Segundo Oscar Cullmann, em “A formação do Novo Testamento”, Paulo escreve na prisão em Roma por volta do ano 59.

A importância deste texto se dá principalmente pelas exposições sobre a obra cósmica de Cristo relacionando a história da salvação em Cristo com a criação inteira. Alarga o horizonte cristão para ao universo tornando-se bastante atual.

Cullman informa também que Colossos era uma pequena cidade, na região da Frígia, às margens do Licos, próxima de dois grandes centros urbanos: Hierápolis e Laodicéia. A cidade localiza-se na região conhecida como Ásia Menor, atual Turquia.

A igreja de Colossos foi fundada por Epafras. Evangelizado por Paulo, está ao seu lado quando a carta é escrita. Foi quem trouxe a notícia de que a igreja vivia na fé e no amor, mas que havia surgido uma heresia que queria fundir o Evangelho com uma especulação filosófica – Gnosticismo.

O objetivo da epístola é encorajar a jovem igreja a permanecer firme na fé. “Portanto, assim como vocês receberam a Cristo Jesus, o Senhor, continuem a viver nele, enraizados e edificados nele, firmados na fé, como foram ensinados, transbordando de gratidão” (2:6-7).

Pontos de orientação do estudo:

1 - Uma testemunho de fé diante das aflições

Paulo escreve na prisão. Enfrentava seus limites pessoais e ministeriais. E faz de sua experiência um testemunho para encorajar os demais crentes.

2 - O combate às heresias no meio da igreja

Mesmo uma igreja fundada na base do ensino paulino sofreu contaminações com heresias. O combate aos falsos ensinos deve compor a agenda ministerial da igreja.

3 - Necessidade de afirmar a vida em Cristo


A vida cristã é Cristo. Nossa salvação pessoal e a redenção do universo depende dEle. A supremacia de Cristo deve determinar a prioridade no ensino e na prática cristã. A igreja evangélica brasileira, lamentavelmente, parece estar reduzindo toda a vida cristã a exorcismo, cura divina e busca pela riqueza.