sábado, 26 de maio de 2012

JESUS E A FAMÍLIA, E AS "OUTRAS" FAMÍLIAS



Compartilho com os leitores do Blog destaques feitos na revista “Família – Uma visão de Jesus”, do Pr. Gilson Bifano, fundador do Ministério Oikos (www.clickfamilia.org.br). Tive acesso à literatura e ferramentas para Ministério com Famílias em eventos com o pastor Bifano em Salvador, em 2004 e 2005. Desde então tenho usado várias vezes o material e, neste mês da família fiz uma revisão para um estudo bíblico com a PIB em Catu.

Fiz destaques nos 13 estudos da revista que versam sobre a família na vida e no ministério e nos ensinos de Jesus. Procurei retirar da visão inclusiva do autor uma abordagem sobre as diferentes formas de ser família e a necessidade de quebrar com a imposição de um modelo único e distante da realidade da maioria das famílias da comunidade. 

Segue o esboço do estudo bíblico realizado na última quinta-feira (24/05) em nosso templo: 

JESUS E A FAMÍLIA, E AS “OUTRAS” FAMÍLIAS 

I - Com Jesus na família a graça restaura qualquer genealogia – Mt 1,1-17; Lc 3,23-38 

Embora possa haver um passado triste em nossa história familiar, a graça de Deus é maior. 

2 Sm 11 – Davi adulterou com Bate-Seba e assassinou Urias. 

Pais piedosos não garantem filhos piedosos. 

2 Cr 20-21 – Josafá era temente a Deus, mas Jeorão, seu filho tornou-se idólatra. 


II - Com Jesus a família supera qualquer condição econômica – Lc 2,21-24 

Jesus viveu numa família de relacionamentos afetuosos e valores inegociáveis. 

“Que importa o ovo, se o ninho é de águia” – Abraham Lincoln. 

Jesus nunca perdeu os vínculos familiares desenvolvendo-os ao longo da vida – Jo 19,26-27 


III – Com Jesus a solidão é vencida em família mesmo para solteiros – Mt 19,11-12 

O celibato é um estado honroso, principalmente para o serviço cristão - I Co 7,25-40 

Jesus demonstrou simpatia e nunca constrangeu uma família de adultos solteiros – Mt 26,6-13; Mc 14,3-9; Lc 10,38-42; Jo 11,1-44 e 12,1-11 


IV – Com Jesus aprendemos sobre tolerância e aceitação para os descasados – Jo 4,1-30 

O fracasso do matrimônio faz-se acompanhar de abandono e rejeição. 

A família deve ser espaço de amor e restauração para os descasados – Lc 10,25-37 


V – Com Jesus a família ampliada também é alcançada pelo amor – Mt 8,14-15; Lc 4,38-41; Mc 1,29-30 

Nossa família deve ser ambiente de cura para os idosos, viúvos e agregados. 

A ampliação dos laços afetivos aumenta o potencial de serviço da família.